Centro de Informação para Jovens Lusodescendentes

Plano Nacional de Ética no Desporto

 

Eventos

Página Inicial  >  Eventos  >  Educação e Formação
  RVCC profissional Técnico de Juventude integrado no Catálogo Nacional de Qualificações RVCC profissional Técnico de Juventude integrado no Catálogo Nacional de Qualificações
Educação e Formação Data: 01-02-2017 a 31-12-2017 Agenda: Nacional Local: Todo o País
Descrição

Já foi criado pela Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, I.P. o Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC) profissional do Técnico de Juventude.

Assim, encontra-se integrado no Catálogo Nacional de Qualificações o RVCC do perfil profissional do Técnico de Juventude.

Acede aqui ao Referencial

Deixamos-te um breve descritivo do perfil profissional do Técnico de Juventude.

 |O que é um Técnico/a de Juventude?|

O Técnico de Juventude é um profissional definido por: “Intervir na conceção, organização, desenvolvimento e avaliação de projetos, programas e atividades com e para jovens, mediante metodologias do domínio da educação não-formal, facilitando e promovendo a cidadania, a participação, a autonomia, a inclusão e o desenvolvimento pessoal, social e cultural”. 
 
Quais os objetivos deste novo Perfil Profissional?

Este perfil de competências está interligado com o processo nacional de reconhecimento de competências adquiridas ao longo da vida (RVCC) o que motiva a assimilação de quem já atua no setor da Juventude. Assim, este visa:

  • Consolidar as políticas públicas de Juventude no terreno e da intervenção com jovens, de forma dedicada – estruturando a sua autonomia, potenciando oportunidades, facilitando caminhos e opções;
  • Criar uma comunidade de profissionais especificamente formados, motivados e mais preparados para lidar com a complexidade das realidades no terreno;
  • Criar uma identidade clara e publicamente reconhecida no trabalho no domínio da Juventude, em particular nos parâmetros de intervenção social, cidadania e participação;
  • Catalisar as ofertas para os jovens, aumentando as probabilidades de integração social, empregabilidade, conhecimento de recursos ao dispor;
  • Mobilizar os jovens de forma personalizada, corporificada num profissional que possa fazer a interligação com outros atores e instituições no terreno;
  • Fomentar a educação não-formal e a sua complementaridade com os sistemas formais de educação;
  • Elevar a eficácia e eficiência da resposta aos problemas atuais dos jovens e da sociedade, reforçando, simultaneamente, de forma coerente com a arquitetura do trabalho com Juventude, já existente e indispensável, um desígnio humanista que tenha em conta a diversidade de contextos de actuação, necessidades, expressões e aspirações dos jovens portugueses;
  • Concretizar um processo longo de debate e troca de ideias com todos os atores do domínio da Juventude, e tornando palpáveis os resultados de numerosas iniciativas, onde o IPDJ e as plataformas de jovens têm tido destaque;
  • Dar resposta às recomendações nacionais e europeias, das instituições de referência, em prol de uma intervenção renovada, capaz e adequada à Juventude, em particular numa conjuntura geracional que se tem revelado adversa.

| Links úteis |

Referenciais da Qualificação

http://www.catalogo.anqep.gov.pt/Qualificacoes/Referenciais/1582

Competências Chave

http://www.catalogo.anqep.gov.pt/Content/pdfs/ReferencialRVCCNivel3.pdf

Competências Profissionais

http://www.catalogo.anqep.gov.pt/PDF/QualificacaoReferencialRVCCPDF/1582/761337_RVCC



 




Partilha esta informação E-mail | Facebook | Twitter
pesquisa
eventos
fala connosco
Linha da Juventude707 20 30 30
Linha
da Juventude
Ponto Já

Subscreve as nossas novidades - RSS





Eurodesk

   
Sítio acessível
segundo as normas do W3C