Emprego e Empreendedorismo

  Garantia Jovem Garantia Jovem
Começa JÁ!! Dá o primeiro passo! A GJ ajuda-te a encontrar oportunidades de emprego, educação e formação.

É uma iniciativa dirigida a jovens com menos de 30 anos de idade com o objetivo de lhes dar uma oportunidade de educação e formação, estágio ou emprego, no prazo de 4 meses, após ficarem desempregados ou terem saído do sistema educativo e formativo.

watch

 

 

 

 

 

 watch

A Garantia Jovem tem 3 grandes objetivos:

• Aumentar as qualificações dos jovens
• Facilitar a entrada dos jovens no mercado de trabalho
• Reduzir o desemprego jovem

Em Portugal, a Garantia Jovem destina-se aos jovens até aos 29 anos, inclusive, que não estejam integrados em qualquer modalidade de ensino ou formação ou no mercado de trabalho.

No entanto, em cada medida podem existir condições de acesso específicas para os respetivos destinatários.

 

É um jovem que não está nem a trabalhar nem a estudar ou a frequentar qualquer tipo de formação.

Para participar numa das medidas da Garantia Jovem, os jovens que não se encontrem integrados nem no sistema de educação e formação nem se encontrem inscritos nos serviços de emprego do IEFP podem:

•Registar o seu pedido de contacto no portal da Garantia Jovem
•Dirigir-se a uma das entidades parceiras que asseguram a resposta pretendida
 

 O contacto é respondido por email ou por telefone o mais rapidamente possível, por uma das entidades parceiras, com o objetivo de recolher mais informações sobre as características e as características do jovem para o encaminhar para a resposta mais adequada.

 A Garantia Jovem concretiza-se através do Plano Nacional de Implementação de uma Garantia Jovem (PNI-GJ), aprovado pela Resolução de Conselho de Ministros n.º 104/2013, de 31 de dezembro.

Este plano define o conjunto de medidas que enquadra a Garantia Jovem.

 

 Na Garantia Jovem estão envolvidos diversos organismos com competências nas áreas da educação, formação, emprego, segurança social e juventude, que são considerados parceiros nucleares:

•Instituto do Emprego e Formação Profissional, I.P.
•Instituto da Segurança Social, IP
•Direção-Geral da Educação
•Direção-Geral do Ensino Superior
•Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, IP
•Instituto Português do Desporto e Juventude, IP
•INA – Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas
•Direção-Geral de Política Externa
•AICEP PORTUGAL GLOBAL, Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, EPE
•Direção-Geral das Autarquias Locais
•CASES - Cooperativa António Sérgio para a Economia Social
 

A implementação da Garantia Jovem conta ainda com a participação de outros parceiros estratégicos para a atuação junto dos jovens.

 Uma entidade pública ou privada que, pela sua natureza, pode contribuir ao nível local para a sinalização, encaminhamento e integração dos jovens no sistema educativo/formativo, no mercado de trabalho ou numa das medidas que enquadram a Garantia Jovem pode submeter um pedido de adesão à rede de entidades parceiras através do portal, enviando um email de contacto.

 

A Garantia Jovem não pressupõe uma candidatura específica por parte das entidades. As diversas entidades candidatam-se às medidas de formação e emprego que se enquadram nesta iniciativa junto dos organismos promotores, de acordo com a respetiva legislação e regulamentos específicos.

2 minutos

Insere aqui os teus dados para poderes ser contactado e concretizares o que pretendes.

Receberás uma resposta que te vai orientar para onde e com quem deves falar.

Está atento ao teu mail.

A Garantia Jovem concretiza-se através do "Plano Nacional de Implementação de uma Garantia Jovem" |  Resolução de Conselho de Ministros n.º 104/2013, de 31 de dezembro.

Para mais informação:

http://www.garantiajovem.pt/


Partilha esta informação E-mail | Facebook | Twitter
pesquisa
eventos
fala connosco
Linha da Juventude707 20 30 30
Linha
da Juventude
Ponto Já
   
Sítio acessível
segundo as normas do W3C