Saúde e Sexualidade Juvenil

Página Inicial  >  Saúde e Sexualidade Juvenil
  Bem-estar e Saúde Mental Bem-estar e Saúde Mental
Da saúde à doença

Da saúde à doença há um continuo dinâmico, que pode ser percorrido em ambas as direções ou estagnar em qualquer ponto:

Estado de bem-estar no qual percebes que tens potencial que te permite lidar com o stress normal da vida, estudar ou trabalhar de forma produtiva e de dar um contributo à sociedade em que vives.

Sensação de incapacidade em lidares com situações ou problemas, sejam eles físicos, sociais ou emocionais.

Sofrimento emocional de angústia, desamparo ou tensão, possivelmente associado a alguns sintomas corporais, geralmente relacionado ao desajustamento entre os problemas e a capacidade que julgamos ter para os resolver.

 

Situação aguda, geralmente de emergência ou pelo menos instável ou que envolve algum perigo; teme-se pela nossa segurança ou de outrem.

Pode ser uma boa ideia...

Congratular-se pelas capacidades e oportunidades que tem ao dispor na sua vida.

Pensar em estratégias e colocá-las em prática: falar com alguém sobre o assunto, relaxar com música ou exercício, dormir melhor, alimentar-se adequadamente e conviver com amigos pode ajudar.

Procurar ajuda numa linha de apoio, gabinete de saúde juvenil, centro de saúde ou outro profissional qualificado.

Procurar suporte imediato, geralmente a linha nacional de emergência.

Estratégias são coisas que podemos fazer para ultrapassar ou tolerar situações desagradáveis.

 

Tomada de decisão: capacidade que nos permite analisar os benefícios, riscos e consequências de diferentes comportamentos e adotar o mais vantajoso, que propicie um maior bem-estar, em detrimento daqueles que colocam em risco a integridade do indivíduo.

Resolução de problemas: capacidade para enfrentar construtivamente as situações adversas, utilizando capacidades pessoais e recursos do meio que nos rodeia, sem provocar dano aos outros.

Pensamento crítico: refere-se à capacidade para refletir, analisar e examinar as situações da vida pessoal e do mundo circundante sob diferentes ângulos. Contribui para o bem-estar na medida em que nos permite reconhecer diferentes aspetos (positivos, negativos) que influenciam as nossas atitudes e comportamentos.

Pensamento criativo: refere-se à capacidade para explorar alternativas viáveis que facilitam lidar com situações diversas, por meio da flexibilidade de pensamento. Dele faz parte o uso da experiência e dos recursos do ambiente, para facilitar os recursos do próprio pensamento como imaginar, inventar, recriar e observar.

Autoconhecimento: capacidade para perceber e reconhecer as próprias qualidades, dificuldades, pensamentos, sentimentos e comportamentos de maneira realista.

Comunicação eficaz: consiste na capacidade para expressar assertivamente opiniões, sentimentos, necessidades e desejos de forma direta e socialmente apropriada.

Relacionamento interpessoal: capacidade para fazer, manter, aprofundar e, se preciso, cessar relacionamentos que sejam prejudiciais, de uma maneira adequada, o que é muito importante para o bem-estar mental e social.

Empatia: refere-se à capacidade de se colocar no lugar do outro, imaginando como este se sente, procurando compreender o que leva as outras pessoas a agirem de determinada maneira, sem fazer julgamentos.

Lidar com as emoções: consiste na capacidade de reconhecer as próprias emoções e de pôr em prática a sua expressão assertiva.

Lidar com o stress: envolve reconhecer as fontes de stress e identificar as ações para reduzi-las ou eliminá-las.

(Fontes:

http://www.who.int/mental_health/en/

http://sisco.copolad.eu/web/uploads/documentos/Prevencao_ao_uso_de_alcool_e_outras_drogas_no_contexto_escolar.pdf)


Partilha esta informação E-mail | Facebook | Twitter
pesquisa
eventos
fala connosco
Linha da Juventude800 203 050
Linha
da Juventude
Ponto Já
   
Sítio acessível
segundo as normas do W3C