Centro de Informação para Jovens Lusodescendentes

Plano Nacional de Ética no Desporto

 

Eventos

Página Inicial  >  Eventos  >  Educação e Formação
  TRAVESSÍAS | Programa Cultural de Intercâmbio e Mobilidade de Jovens OIJ para Ibero-América TRAVESSÍAS | Programa Cultural de Intercâmbio e Mobilidade de Jovens OIJ para Ibero-América
Para grupos de jovens dos 14 aos 35 anos da Ibero-América.
Educação e Formação Data: 02-05-2017 a 31-12-2017 Agenda: Internacional Local: Ibero-América Promotor: OIJ Contactos: E-mail: cultura@oij.org
Descrição

TRAVESSÍAS | Pograma Cultural de Intercâmbio e Mobilidade de Jovens OIJ para a Ibero-américa é uma iniciativa da Organização Internacional da Juventude para Ibero-América (OIJ) que promove a colaboração entre grupos de jovens ibero-americanos para o desenvolvimento de projetos culturais e comunicação com um impacto social e um foco regional.

Quem pode participar e porquê participar no Travessías?
A participação na TRAVESSÍAS é sempre coletiva (como grupos de jovens). Por isso, os grupos de jovens que querem participar devem:

  • Desenvolver as suas ações numa cidade ou município da Ibero-América.
  • Gerar impactos sociais no seu território e na comunidade local.
  • Ser liderados por jovens.
  • Ter pelo menos 4 participantes.
  • Ter pelo menos 75% dos seus participantes com idades compreendidas entre os 14 e os 35 anos.
  • Estar ativos no momento da sua inscrição (com pelo menos uma iniciativa em curso).
  • Ter pelo menos um ano de existência (não é requisito que sejam legalmente constituídos, mas devem provar o seu percurso e experiência).

TRAVESSÍAS irá permitir:

Aos grupos de jovens:
 - Certificar o seu trabalho e experiência através da OIJ.
 - Contactar com outros grupos que realizam ações semelhantes em outros países da região da Ibero-América.
 - Obter ferramentas inovadoras para ativar a cultura local.
 - Viajar e conhecer outros locais, outras realidades, outras ações.
 - Expandir as suas iniciativas e impacto para outros territórios da Ibero-América.
 - Difundir as suas ações e ganhar visibilidade.

Às instituições: 
    - Vincular a agenda pública à agenda da sociedade civil.  
    - Potenciar a oferta no âmbito cultural com impacto social. 
    - Criar redes.  
    - Aumentar e consolidar o conhecimento sobre a ação dos jovens.


Como pode a tua instituição apoiar a Travessías?
 A difundir o dossier, site e materiais do programa TRAVESSÍAS nos seus espaços, sites e redes sociais.
 A convocar ativamente os grupos de jovens do seu território para que façam parte do programa e se inscrevam em: http://juventud.org/nuevas-culturas/travesias/
 A ajudar, dentro das suas possibilidades, os grupos de jovens do seu território que façam parte do programa TRAVESSÍAS: para o difundir, favorecer, apoiar ou patrocinar, ao lado da OIJ, os projetos e ações que são desenvolvidos pela OIJ no âmbito do programa TRAVESSÍAS.

Ao aceder ao conhecimento que é oferecido na primeira fase de FORMAÇÃO através da plataforma online ou da participação na formação presencial, por especialistas, orientada para técnicos e funcionários responsáveis de temas da juventude e cultura.


|As 3 fases do TRAVESSÍAS |

O Programa é composto por 3 fases.

Fase 1. Formação: Ferramentas para ativar a cultura local é um curso de formação gratuito e on-line, dirigido para grupos de jovens que querem ativar a cultura local e ser protagonistas da mudança social a partir das suas organização, projetos e processos. Ao longo de 10 módulos, juntamente com grupos de referência, são fornecidas ferramentas para repensar os projetos culturais desde a inovação e o impacto social.

Nesta primeira fase de formação (aberta até 01 de junho de 2017), os grupos devem completar os 10 módulos que fazem parte do itinerário formativo da TRAVESSÍAS e construir e apresentar um projeto que "ative a cultura local", quer seja independente, ou em conjunto com um grupo de jovens de outro país.
Apenas neste último caso (projetos criados em conjunto com outro grupo de jovens de um país diferente) podem optar pela seguinte fase: a da mobilidade. Todos os projetos devem ser apresentados antes do dia 1 de junho através do formulário específico (que será enviado após a realização da inscrição), onde serão feitas 10 perguntas chave relacionadas com os 10 módulos do curso. Este mesmo formulário irá servir, também, para certificar os projetos que "ativem a cultura local".

Fase 2. Mobilidade: do local ao regional. Nesta fase os grupos de jovens onde os projetos em conjunto de intercâmbio, que são selecionados, serão mobilizados para a cidade/municípios de ambos os seus grupos para executá-los no terreno.
Requisitos para participar na fase de mobilidade:
Nesta segunda fase de mobilidade (aberta a partir de setembro de 2017) apenas poderão ser selecionados os grupos de jovens par que:
 - Cumpram com os requisitos acima descritos.
 - Sejam de dois países ibero-americanos diferentes.
 - Se tenham inscrito na fase de formação (é necessário a inscrição em separado de cada um dos grupos).
 - Tenham passado (também em separado) em pelo menos 5 dos 10 módulos que fazem parte do itinerário formativo + um módulo adicional (módulo 11, que irá abrir brevemente).
 - Tenham criado e apresentado o seu projeto em conjunto, através do formulário que será facultado para o efeito.

Seleção dos projetos que irão entrar na fase de mobilidade:
Entre todos os projetos apresentados que cumpram os requisitos, a OIJ irá selecionar 7 projetos, onde os grupos responsáveis terão a oportunidade de mobilizar um dos seus membros para viajar para executá-lo no país do seu grupo par, por um tempo não superior a duas semanas.
A OIJ irá pagar todas as despesas da mobilidade da pessoa que cada grupo designe como representante para o intercâmbio, o que inclui o voo e o alojamento durante toda a duração do mesmo para uma pessoa por grupo.
Critérios de seleção dos projetos de intercâmbio:
A seleção dos 7 projetos que serão mobilizados, será realizada através de uma avaliação de 1 a 10 dos seguintes critérios: 

- Contribuição do projeto para o fortalecimento dos grupos par e das atividades que cada um realiza no seu território. 
- Inclusão das atividades realizadas com as comunidades locais e com outros jovens. 
- Reforço das perspetivas regionais, do impacto de dois espaços locais de diferentes países em simultâneo.
 - Justificação de porque é importante a mobilidade para a execução do projeto e quais serão os seus resultados. 

Inclusão no projeto das ferramentas oferecidas no processo de formação da TRAVESSÍAS. Ferramentas para ativar a cultura local. E inclusão do projeto numa das seguintes áreas de intervenção:
1. Diversidade: iniciativas desenvolvidas em volta das identidades, da igualdade e da não discriminação.
2. Meio ambiente e paisagens culturais: ações focadas na sustentabilidade, no cuidado do território e na vida, ou nos animais.
3. Violências e culturas de paz: iniciativas relacionadas com a gestão, resolução e prevenção não violenta de conflitos, assim como mecanismos e estratégias de reconciliação.
4. Inclusão e justiça social: ações que tendem a fortalecer o emprego, o empreendimento, a educação, a saúde, etc.
5. Memórias: ações focalizadas no património imaterial, formas de recordação, reconstrução de histórias coletivas, e processos de reconstrução histórica e/ou cultural.
6. Apropriação do espaço público: ações relacionadas com o exercício de cidadania, a participação, a renovação urbana e a utilização coletiva dos espaços públicos.
7. Ativismo, denúncia e compromisso: iniciativas em torno da denúncia, da pedagogia e da exigibilidade de direitos, o apoio para processos sociais, a visibilidade e o cuidado de infrações.

Fase 3: Exposição de projetos culturais com focalização local. Esta última fase (que será aberta em dezembro de 2017) procura contribuir para a difusão e o possível dimensionamento regional dos projetos executados, assim como estimular alianças com parceiros estratégicos que fortaleçam as capacidades de gestão dos grupos de jovens.


|Como podem os grupos participar na Travessías?|

Se um grupo de jovens cumprir os requisitos descritos e estiver interessado em optar por participar na 3ª fase da Travesías, apenas deverá seguir os seguintes passos:
1. Inscrever-se como grupo no programa de formação Travessías. Ferramentas para ativar a cultura local, no seguinte link: http://juventud.org/nuevas-culturas/travesias/
 2. Encontrar o outro grupo de jovens, de um país ibero-americano diferente do teu, com o qual irás construir e apresentar um projeto conjunto que seja possível implementar em ambos os territórios e incentivá-lo a inscrever-se (caso ainda não o tenha feito).
3. Realizar a formação ao seu próprio ritmo: será facultado a cada grupo um nome de utilizador e uma palavra-passe que poderão ser utilizados por todos os seus membros. O que se espera é que todos possam beneficiar dos conhecimentos oferecidos na plataforma (através do mecanismo interno que escolhem) e participem em conjunto na criação do projeto final.
4. Elaborar um projeto em conjunto com o teu grupo par que cumpra os critérios descritos neste documento e apresentá-lo antes do dia 1 de junho de 2017, através do formulário que será facultado para esse efeito.
5. Se o projeto conjunto referido for um dos selecionados para entrar na fase de mobilidade, será iniciada as gestão para materializar o intercâmbio: neste momento, cada grupo deverá designar um representante, que será o que irá viajar, com o apoio da OIJ, para o país do seu grupo par para executar o projeto no terreno.
6. Finalmente, numa terceira e última fase, os projetos executados passarão a fazer parte da chamada "Exposição de projetos culturais com focalização local", onde será objeto de acompanhamento e difusão da OIJ com a finalidade de potenciar o seu fortalecimento e dimensionamento a nível regional, pela mão de outros potenciais aliados.

| Como se podem certificar os grupos de jovens?|
O TRAVESSÍAS oferece também para os grupos de jovens ibero-americanos a possibilidade de serem certificados pela Organização Internacional da Juventude para Ibero-América, em colaboração com a Fundação CyberPractices, o que irá permitir-lhes fortalecer a sua carta de apresentação perante outros grupos, organizações e instituições.

Para certificares o teu grupo, os membros deverão notificar o seu interesse em serem certificados, na mesma altura a OIJ enviará o formulário que devem preencher e remeter para o endereço eletrónico cultura@oij.org.
Uma vez que a OIJ comprove que o grupo cumpre os requisitos exigidos, receberás o certificado digital e o distintivo correspondente.

 

|Informações e contactos|

Sabe mais em http://juventud.org/nuevas-culturas/travesias/

Para mais informações e contactos cultura@oij.org 




Partilha esta informação E-mail | Facebook | Twitter
pesquisa
eventos
fala connosco
Linha da Juventude707 20 30 30
Linha
da Juventude
Ponto Já

Subscreve as nossas novidades - RSS





Eurodesk

   
Sítio acessível
segundo as normas do W3C