Centro de Informação para Jovens Lusodescendentes

Plano Nacional de Ética no Desporto

 

Centro de Informação para Jovens Lusodescendentes

  Estudar: Ensino Superior Estudar: Ensino Superior
És candidato ao ensino superior em Portugal?
Descrição

A entrada no Ensino Superior em Portugal obedece a requisitos. Acede aqui toda a informação.

 



Em Portugal o ensino superior está estruturado de acordo com os princípios de Bolonha, num sistema binário:

  • o ensino universitário e o ensino politécnico,

administrados por instituições do ensino superior públicas, privadas ou cooperativas.

No ensino superior são conferidas as seguintes qualificações académicas:

  • Primeiro grau (licenciado),
  • Grau de Mestrado (mestre) – ambos pelas universidades e politécnicos -, e
  • Doutoramento (doutor) – pelas universidades.

Títulos Académicos

1 - Grau de Licenciado
As instituições universitárias e politécnicas conferem o grau de licenciado.

O ciclo de estudos conducente ao grau de licenciado no ensino politécnico tem uma duração normal de seis semestres curriculares de trabalho dos alunos correspondentes a 180 créditos.

Excecionalmente, em casos cobertos por normas jurídicas nacionais ou da União Europeia, uma duração normal de até sete ou oito semestres curriculares de trabalho e uma formação de até 240 créditos.

O ciclo de estudos conducente ao grau de licenciado no ensino universitário tem 180 ou 240 créditos e uma duração normal compreendida entre seis e oito semestres curriculares de trabalho dos alunos.

No 1.º ciclo de estudos das instituições universitárias ou politécnicas o grau de licenciado é conferido aos que, através da aprovação em todas as unidades curriculares que integram o plano de estudos do curso de licenciatura, tenham obtido o número de créditos fixado.


2 - Grau de Mestre
As instituições universitárias e politécnicas conferem o grau de mestre.


O ciclo de estudos conducente ao grau de mestre tem 90 a 120 créditos e uma duração normal compreendida entre três e quatro semestres curriculares de trabalho dos alunos.

No ensino politécnico o ciclo de estudos conducente ao grau de mestre deve assegurar, predominantemente, a aquisição de uma especialização de natureza profissional.

No ensino universitário o ciclo de estudos conducente ao grau de mestre deve assegurar, predominantemente, a aquisição de uma especialização de natureza académica com recurso à atividade de investigação ou que aprofunde competências profissionais.

No ensino universitário o grau de mestre pode igualmente ser conferido após um ciclo de estudos integrado, com 300 a 360 créditos e uma duração normal compreendida entre 10 e 12 semestres curriculares de trabalho nos casos em que a duração para o acesso ao exercício de uma determinada atividade profissional seja fixada por normas legais da União Europeia ou resulte de uma prática estável e consolidada na União Europeia.

Neste ciclo de estudos é conferido o grau de licenciado aos que tenham realizado os 180 créditos correspondentes aos primeiros seis semestres curriculares de trabalho.

No 2.º ciclo de estudos das instituições universitárias ou politécnicas o grau de mestre é conferido aos que através da aprovação em todas as unidades curriculares que integram o plano de estudos do curso de mestrado e da aprovação no ato público de defesa da dissertação, do trabalho de projeto ou do relatório de estágio, tenham obtido o número de créditos fixado.


3 - Grau de Doutor
O grau de doutor é conferido pelas instituições universitárias aos que tenham obtido aprovação nas unidades curriculares do curso de doutoramento quando exista, e no ato público de defesa da tese.

Equivalências e FAQ sobre este assunto:  http://www.dges.gov.pt/pt/faq/faqs-reconhecimento-de-graus-e-diplomas

É fundamental a recolha de informações, no país de origem, na Embaixada ( https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/  ) ou no Consulado Português, sobre os documentos a apresentar em Portugal.

  • Visto de estudo
    Para estudar em Portugal (caso não tenha nacionalidade portuguesa) é necessário um visto de estudo, o qual deverá ser renovado anualmente, o qual se obtém junto de uma missão diplomática ou posto consular português no país de origem.
  • Documentos a apresentar para a obtenção do visto de estudo:
    • Requerimento em modelo próprio;
    • Documento de viagem válido (+ 3 meses após validade do visto);
    • 3 fotos tipo passe;
    • Certificado de registo criminal
    • Atestado médico ou seguro de saúde;
    • Comprovativo das condições de alojamento em Portugal;
    • Comprovativo da existência de meios de subsistência em Portugal;
    • Comprovativo de Matrícula;
    • Boletim de Vacinas;
    • Certificado de Habilitações autenticado (pela Embaixada Portuguesa do país de origem) para ser possível a equivalência do secundário.
  • Mais informações:

    • Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

 Há um contingente Especial para Candidatos Emigrantes Portugueses e Familiares que com eles residam

1.Ensino Secundário
Para os candidatos emigrantes portugueses e familiares que com eles residam foi criado um contingente especial com 7% das vagas fixadas para a 1.ª fase do concurso nacional.
 

Podem concorrer às vagas deste contingente especial, no âmbito da 1.ª fase do Concurso Nacional, os estudantes que, cumulativamente, satisfaçam as seguintes condições:

• Sejam emigrantes portugueses ou familiares que com eles residam;


• Apresentem a sua candidatura no prazo máximo de três anos após o regresso a Portugal;


• Tenham obtido no país estrangeiro de residência:

◦ Diploma de curso do ensino secundário desse país ou nele obtido que aí constitua habilitação de acesso ao ensino superior ou que seja legalmente equivalente ao ensino secundário português;


◦ A titularidade de um curso de ensino secundário português;​
 

Esta condição pode, a requerimento do estudante, ser substituída pela obtenção de diploma de curso do ensino secundário em país estrangeiro limítrofe do país estrangeiro de residência desde que seja comprovado, pela autoridade diplomática portuguesa, que a realização do curso de ensino secundário naquele país se deveu à maior proximidade entre a escola secundária e a residência; e a maiores facilidades de transporte da residência para a escola.​

• À data da conclusão do curso de ensino secundário residam há, pelo menos, dois anos, com caráter permanente, em país estrangeiro;


• Não sejam titulares de um curso superior português ou estrangeiro.


2. Candidatura ao Ensino Superior
Os estudantes que pretendam candidatar-se ao ensino superior público às vagas deste contingente especial, têm que realizar uma candidatura online ao concurso nacional.

 

Os documentos que devem instruir a candidatura e que comprovam a satisfação das condições que permitem beneficiar deste contingente especial, são entregues pelos candidatos num Gabinete de Acesso ao Ensino Superior, acompanhado do recibo comprovativo da apresentação da candidatura online.


2.1 -Candidatura online


Identificação do candidato

A identificação dos candidatos nos sistemas de informação de acesso ao ensino superior faz-se através do número de identificação civil (cartão de cidadão ou bilhete de identidade).

 Para todas as situações, em que os candidatos não sejam portadores de documento de identificação português, é necessária a atribuição de um número interno de identificação que pode ser feita pelos Gabinetes de Acesso ao Ensino Superior.

 Para a atribuição do número interno de identificação, o candidato deve apresentar um documento de identificação oficial válido (título de residência, passaporte ou outro documento oficial legalmente admissível emitido).

 Caso o documento apresentado se encontre caducado, o candidato deve apresentar também documento comprovativo de que aguarda a emissão de novo documento de identificação.

Efetuar o pedido de atribuição de senha

O pedido de atribuição de senha é realizado no site da candidatura online e inicia-se com uma inscrição prévia do aluno na qual indica o número de identificação, o nome, o email que pretende utilizar e o local de entrega do pedido.

 De seguida o sistema envia uma mensagem para o email indicado com um link de confirmação.

 Ao aceder a este link o aluno deve imprimir o recibo de confirmação do pedido e entregá-lo junto da Escola Secundária ou do Gabinete de Acesso ao Ensino Superior que indicou, para confirmação e validação dos elementos de identificação que constam no pedido.

 Caso o estudante seja menor, o recibo do pedido deve ser assinado pelo encarregado de educação ou por quem demonstre exercer o poder paternal ou tutelar.

 Após validação do pedido pela Escola Secundária ou pelo Gabinete de Acesso ao Ensino Superior, a senha é enviada imediatamente para o email do aluno.

 Obter um Código de ativação

Para os candidatos que tenham realizado exames finais nacionais portugueses, o código de ativação consta da Ficha ENES a emitir pela escola secundária onde os realizou.

 Para os candidatos que não tenham realizado exames finais nacionais portugueses o código de ativação é gerado após a certificação do pedido de senha e enviada para o email do candidato para efeitos de utilização aquando da realização da candidatura online.

 Após estes 3 passos o candidato deve aceder ao site da candidatura online, iniciar a sessão introduzindo o número de identificação e a senha de acesso e seguir os passos que vão surgindo no ecrã.

 A senha de acesso atribuída em anos anteriores não permite a apresentação da candidatura no ano em curso.

 Uma vez atribuída a senha de acesso à candidatura online, o candidato pode utilizar a mesma senha em qualquer uma das fases da candidatura.

 

Mais informação:

 Clica aqui e sabe aqui tudo sobre aceder ao ensino secundário e superior, em Portugal.

 

A escolha da Universidade é matéria de decisão muito importante para o teu futuro académico.

Deixamos-te a listagem das mais importantes Academias do ensino público país, incluindo também uma referência ao Ensino Politécnico.

Nestes enlaces podes ter acesso a listagem de cursos e repetivos curricula.

Universidade de Lisboa

 

Universidade Nova de Lisboa

 

Universidade do Porto

 

Universidade de Aveiro

 

Universidade de Coimbra

 

Universidade do Minho

 

Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD)

 

Universidade da Beira Interior (UBI)

 

Universidade do Algarve

 

Universidade de Évora

 

Universidade dos Açores

 

Universidade da Madeira

 

Se pretendes obter informações sobre instituições de ensino superior portuguesas, por tipologia, poderás consultar:

 Estabelecimentos de Ensino Superior Público

 Estabelecimentos de Ensino Superior Militar e Policial 

Estabelecimentos de Ensino Superior Particular e Cooperativo

 Estabelecimento de Ensino Superior Concordatário


 


Partilha esta informação E-mail | Facebook | Twitter
pesquisa
eventos
fala connosco
Linha da Juventude707 20 30 30
Linha
da Juventude
Ponto Já

Subscreve as nossas novidades - RSS





Eurodesk

   
Sítio acessível
segundo as normas do W3C